SEJA BEM VINDO!

Mostrando postagens com marcador Lições Bíblicas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Lições Bíblicas. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Nabucudonosor: O rei que virou uma fera.


Base Bíblica: Daniel 4
Versículo para Memorizar: "Aquele, porém, que se gloria, glorie-se no Senhor. Porque não é aprovado quem a si mesmo se louva, mas, sim, aquele a quem o Senhor louva." 2 Coríntios 10:17-18


Lembrancinhas:

História:


Nabucodonosor rei, a todos os povos, nações e línguas, que moram em toda a terra: Paz vos seja multiplicada.
Pareceu-me bem fazer conhecidos os sinais e maravilhas que Deus, o Altíssimo, tem feito para comigo.
Quão grandes são os seus sinais, e quão poderosas as suas maravilhas! O seu reino é um reino sempiterno, e o seu domínio de geração em geração.
Eu, Nabucodonosor, estava sossegado em minha casa, e próspero no meu palácio.

Tive um sonho, que me espantou; e estando eu na minha cama, as imaginações e as visões da minha cabeça me turbaram.
Por isso expedi um decreto, para que fossem introduzidos à minha presença todos os sábios de babilônia, para que me fizessem saber a interpretação do sonho.
Então entraram os magos, os astrólogos, os caldeus e os adivinhadores, e eu contei o sonho diante deles; mas não me fizeram saber a sua interpretação.

Mas por fim entrou na minha presença Daniel, cujo nome é Beltessazar, segundo o nome do meu deus, e no qual há o espírito dos deuses santos; e eu lhe contei o sonho, dizendo:
Beltessazar, mestre dos magos, pois eu sei que há em ti o espírito dos deuses santos, e nenhum mistério te é difícil, dize-me as visões do meu sonho que tive e a sua interpretação.

Eis, pois, as visões da minha cabeça, estando eu na minha cama: Eu estava assim olhando, e vi uma árvore no meio da terra, cuja altura era grande;
Crescia esta árvore, e se fazia forte, de maneira que a sua altura chegava até ao céu; e era vista até aos confins da terra.
A sua folhagem era formosa, e o seu fruto abundante, e havia nela sustento para todos; debaixo dela os animais do campo achavam sombra, e as aves do céu faziam morada nos seus ramos, e toda a carne se mantinha dela.
Estava vendo isso nas visões da minha cabeça, estando eu na minha cama; e eis que um vigia, um santo, descia do céu,
Clamando fortemente, e dizendo assim: Derrubai a árvore, e cortai-lhe os ramos, sacudi as suas folhas, espalhai o seu fruto; afugentem-se os animais de debaixo dela, e as aves dos seus ramos.

Mas deixai na terra o tronco com as suas raízes, atada com cadeias de ferro e de bronze, na erva do campo; e seja molhado do orvalho do céu, e seja a sua porção com os animais na erva da terra;
Seja mudado o seu coração, para que não seja mais coração de homem, e lhe seja dado coração de animal; e passem sobre ele sete tempos.
Esta sentença é por decreto dos vigias, e esta ordem por mandado dos santos, a fim de que conheçam os viventes que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer, e até ao mais humilde dos homens constitui sobre ele.
Este sonho eu, rei Nabucodonosor vi. Tu, pois, Beltessazar, dize a interpretação, porque todos os sábios do meu reino não puderam fazer-me saber a sua interpretação, mas tu podes; pois há em ti o espírito dos deuses santos.

Então Daniel, cujo nome era Beltessazar, esteve atônito por uma hora, e os seus pensamentos o turbavam; falou, pois, o rei, dizendo: Beltessazar, não te espante o sonho, nem a sua interpretação. Respondeu Beltessazar, dizendo: Senhor meu, seja o sonho contra os que te têm ódio, e a sua interpretação aos teus inimigos.
A árvore que viste, que cresceu, e se fez forte, cuja altura chegava até ao céu, e que foi vista por toda a terra;
Cujas folhas eram formosas, e o seu fruto abundante, e em que para todos havia sustento, debaixo da qual moravam os animais do campo, e em cujos ramos habitavam as aves do céu;
És tu, ó rei, que cresceste, e te fizeste forte; a tua grandeza cresceu, e chegou até ao céu, e o teu domínio até à extremidade da terra.
E quanto ao que viu o rei, um vigia, um santo, que descia do céu, e dizia: Cortai a árvore, e destruí-a, mas o tronco com as suas raízes deixai na terra, e atada com cadeias de ferro e de bronze, na erva do campo; e seja molhado do orvalho do céu, e a sua porção seja com os animais do campo, até que passem sobre ele sete tempos;
Esta é a interpretação, ó rei; e este é o decreto do Altíssimo, que virá sobre o rei, meu senhor:
Serás tirado dentre os homens, e a tua morada será com os animais do campo, e te farão comer erva como os bois, e serás molhado do orvalho do céu; e passar-se-ão sete tempos por cima de ti; até que conheças que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer.
E quanto ao que foi falado, que deixassem o tronco com as raízes da árvore, o teu reino voltará para ti, depois que tiveres conhecido que o céu reina.

Portanto, ó rei, aceita o meu conselho, e põe fim aos teus pecados, praticando a justiça, e às tuas iniqüidades, usando de misericórdia com os pobres, pois, talvez se prolongue a tua tranqüilidade.
Todas estas coisas vieram sobre o rei Nabucodonosor.

Ao fim de doze meses, quando passeava no palácio real de babilônia,
Falou o rei, dizendo: Não é esta a grande babilônia que eu edifiquei para a casa real, com a força do meu poder, e para glória da minha magnificência?
Ainda estava a palavra na boca do rei, quando caiu uma voz do céu: A ti se diz, ó rei Nabucodonosor: Passou de ti o reino.
E serás tirado dentre os homens, e a tua morada será com os animais do campo; far-te-ão comer erva como os bois, e passar-se-ão sete tempos sobre ti, até que conheças que o Altíssimo domina sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer.

Na mesma hora se cumpriu a palavra sobre Nabucodonosor, e foi tirado dentre os homens, e comia erva como os bois, e o seu corpo foi molhado do orvalho do céu, até que lhe cresceu pêlo, como as penas da águia, e as suas unhas como as das aves.

Mas ao fim daqueles dias eu, Nabucodonosor, levantei os meus olhos ao céu, e tornou-me a vir o entendimento, e eu bendisse o Altíssimo, e louvei e glorifiquei ao que vive para sempre, cujo domínio é um domínio sempiterno, e cujo reino é de geração em geração.
E todos os moradores da terra são reputados em nada, e segundo a sua vontade ele opera com o exército do céu e os moradores da terra; não há quem possa estorvar a sua mão, e lhe diga: Que fazes?
No mesmo tempo tornou a mim o meu entendimento, e para a dignidade do meu reino tornou-me a vir a minha majestade e o meu resplendor; e buscaram-me os meus conselheiros e os meus senhores; e fui restabelecido no meu reino, e a minha glória foi aumentada.
Agora, pois, eu, Nabucodonosor, louvo, exalço e glorifico ao Rei do céu; porque todas as suas obras são verdade, e os seus caminhos juízo, e pode humilhar aos que andam na soberba.

Daniel 4:1-37

Atividade:

sexta-feira, 14 de junho de 2019

DANIEL REJEITA OS MANJARES DO REI


DANIEL REJEITA O BANQUETE DO REI
PRINCÍPIO: Consagrar-se  é separar-se das coisas contaminadas do mundo.
VERSÍCULO: “Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as coisas do rei da Babilônia”. Daniel    1.8  
ALVO: Mostrar às crianças que elas podem escolher viver de maneira que agrade a Deus, não se contaminando com as coisas erradas desse mundo.
ORAÇÃO: As professoras devem chegar mais cedo e orar para que o Espírito de Deus as encha mais da vida de Deus para serem instrumentos afinados com a Verdade a ser ministrada.
ABERTURA: Sejam BEM VINDOS! Vamos começar o nosso culto falando o nosso nome e a nossa idade...(cada criança fica em pé e se apresenta – peça para aplaudirem o visitante e cantarem a canção)
QUEBRA-GELO: MATERIAL: Um copo com água limpa e outro sujo.
PROCEDIMENTO: Mostre às crianças um copo de água bem limpinha. Pergunte para elas: Quem gostaria de tomar um gole? Agora mostre um copo de água suja com terra. E agora, quem gostaria de beber desta água? (Deixe as crianças responderem). Por que não? É água do mesmo jeito. É claro que está um tanto suja, mas não deixou de ser água. Bem, dá para perceber que essa água suja não serve para você, não é verdade? É porque essa água está contaminada.
MORAL: Da mesma maneira para sermos usados por Deus, não podemos permitir contaminação, nos misturando com a sujeira do pecado.    
OFERTA:  Leia com as crianças o texto de 2 Co 9.7   “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria”.
LOUVOR:  1. Eu tenho a Força de Deus” (Cristina Mel) – Pode ser só a música (baixe da net). Se  puder, mostre no Vídeo. http://www.youtube.com/watch?v=8qgtNaK0QEk
REVISÃO: Bem crianças, antes de começar a falar do Profeta Daniel temos que lembrar o que aprendemos sobre obediência e Honra? Aprendemos que: 1. Só falar não é obedecer (que obedecer aos pais é justo) e 2. Decidir obedecer (que quem honra é feliz e terá vida longa sobre a terra).
ORAÇÃO: Ore com ousadia pelas crianças intercedendo a Deus que faça a palavra penetrar forte em seu coração. Declare que elas terão o coração atraído a Deus e serão decididas a não contaminar-se com as coisas erradas do mundo.
CONTANDO A HISTÓRIA BÍBLICA:
COMENTÁRIO DO TEXTO  :


1º) Introdução: Muito bem, crianças. Hoje  quero te dizer algo que é muito importante! Vamos aprender algo sobre o profeta Daniel e saber o que aconteceu com ele.


2º) Leitura do texto-base:  Para começar vamos ler o texto da bíblia (o professor deve usar a bíblia gigante contendo o texto, mas deve saber bem a história para contá-la de maneira bem espontânea, e poder olhar para as crianças enquanto lê)


TEXTO BÍBLICO: DANIEL 1


          Um rei chamado Nabucodonosor atacou Jerusalém e mandou que levassem prisioneiros alguns jovens das famílias nobres, para trabalharem no seu palácio. O rei mandou que os jovens recebessem todos os dias a mesma comida e o mesmo vinho que ele, o rei, comia e bebia. Entre os escolhidos estavam Daniel, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. Daniel e seus amigos resolveram não comer a comida e beber o vinho que o rei lhes ofereceu. Comeram apenas legumes. Daniel disse: Durante dez dias, dê-nos somente legumes para comer e água para beber. No fim dos dez dias, faça uma comparação entre nós e os jovens que comem a comida do rei. Passados os dez dias, os quatro jovens israelitas estavam mais sadios e mais fortes do que os jovens que comiam a comida do rei. Deus deu aos quatro jovens um conhecimento profundo dos escritos e das ciências dos babilônios, mas a Daniel deu também o dom de explicar visões e sonhos. Daniel e seus amigos foram levados à presença do rei. Todas as vezes que o rei fazia perguntas a respeito de qualquer assunto que exigisse inteligência ou conhecimento, descobria que os quatro eram dez vezes mais inteligentes do que todos os sábios e adivinhos de toda a Babilônia.   

2º )Explicar o texto
Mas sabe de uma coisa crianças, Daniel estava lá na Babilônia e mesmo com tantas coisas ruins lá, ele e seus amigos eram de Deus e decidiram não se contaminar com as coisas erradas.
Eles estavam na Babilônia mas não faziam as coisas da Babilônia.
Então nesse texto de Daniel vemos que:
DANIEL CONSAGROU-SE A DEUS: Daniel foi um jovem que decidiu separar-se de coisas erradas da Babilônia para viver de uma maneira que agradasse a Deus. Ele tinha um coração puro e confiava em Deus completamente. Em vez de esquecer-se de Deus e aproveitar as coisas que o rei oferecia (porque esse rei não servia a Deus), ele as rejeitou porque creu que Deus tinha um plano melhor para ele.
MAS O QUE DANIEL FEZ PARA SE CONSAGRAR A DEUS? Daniel rejeitou comer a comida do rei, porque era oferecida aos ídolos. Daniel sabia que essa comida era contaminada, e por isso, não deveria comê-la. Hoje, doces oferecidos para santo são comidas contaminadas e você deve rejeitá-las. Mês que vem teremos o dia de Cosme e Damião. Esses doces são consagrados aos ídolos do mal. Daniel rejeitou a comida do palácio porque era sacrificada a demônios e, portanto, contaminada. Deus se agradou da atitude de Daniel e de seus amigos; por isso deu a eles mais inteligência do que todos os sábios que trabalhavam no palácio do rei.  
DANIEL FOI DIFERENTE: Daniel estava vivendo num lugar cheio de pecados, mas ele DECIDIU não se envolver nem se contaminar.   
APLICAÇÃO NA VIDA DA CRIANÇA:  
Agora, o que nós hoje aqui podemos aprender com a atitude de Daniel?
1) O QUE VOCÊ PODE APRENDER COM DANIEL? Daniel nos ensina que, para viver de maneira agradável a Deus, você precisa crer que Ele tem um plano para sua vida. Somente depois disso é que você vai ter fé para rejeitar aquelas coisas que podem contaminar o seu coração. Existem muitas coisas que são contaminadas e que você deve rejeitar na sua vida? Por exemplo: comidas que são oferecidas a santos, desenhos e livros que ensinam bruxaria, feitiçaria, com amizades erradas etc... Quando você sabe que algo não agrada a Deus, mas faz assim mesmo, você está pecando. Por isso, muito cuidado. Saiba que você sempre pode escolher viver da maneira que agrada a Deus assim como Daniel. Isso é consagração! 
2) VALE A PENA ESCOLHER AGRADAR A DEUS: Daniel escolheu separar-se de coisas impuras, por isso, Deus o abençoou todos os dias de sua vida. Daniel era jovem e viveu no meio de pessoas que não conheciam a Deus. Mesmo assim, ele se separou de coisas contaminadas. Ele fez porque amava a Deus mais do que todas as coisas. O que faz você rejeitar coisas erradas é o seu amor por Jesus. Se você amar a Jesus mais do que tudo na sua vida, você sempre vai escolher o que agrada a Deus. Sabe o que vai acontecer? Deus vai abençoar você, mais do que os outros. E todos vão perceber que as coisas dão certo para você. Esse é o sinal de que vale a pena viver de maneira diferente para agradar a Deus.   
APELO:Ore e Imponha as mãos sobre a cabeça das crianças rejeitando todo o mal e ministrando poder de decisão e determinação em não se misturar nem se contaminar com esse mundo.
MEMORIZANDO O VERSÍCULO:
Use uma gravura do globo terrestre.
A criança vem à frente, aponta no mapa para a direção da Babilônia (hoje Israel-Ásia) e fala o versículo.


“Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as coisas do rei da Babilônia”


BRINCADEIRA: NOME DA BRINCADEIRA: FAÇA O CONTRÁRIO DO QUE EU DIGO
PROCEDIMENTO: Todas as crianças devem ficar bem atentas aos seus comandos. Quando você der um comando, as crianças devem fazer exatamente ao contrário. A criança que se confundir ou não fazer o gesto, deverá sair da roda.
COMANDOS: Agachar – Chorar – Abrir os olhos – Não orar – Não ler a Bíblia – Não falar o versículo do dia – Não abraçar o colega – Colocar um pé para frente – Abaixar as mãos – Brigar com o colega.
MORAL: Daniel decidiu não se contaminar. Agrade a Deus fazendo o contrário do que o mundo oferece. Assim, você será abençoado e se tornará uma criança mais inteligente e mais sábia do que todas!  

fonte do texto :http://celulavidaplenakids.blogspot.com/2012/08/licao-23-daniel-rejeita-o-banquete-do.html

Visuais para história:










 Atividades:



 

Postagens populares

Arquivos do blog

Total de visualizações de página

Recursos Visuais em EVA

Recursos Visuais em EVA
Clique na imagem acima e escolha o material qure vc deseja
Related Posts with Thumbnails

Pequeninos de Jesus Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Blogger Template Gallery Flower Image by Dapino